Abre o jogo, Amiga!
Silvia Schmidt


Abre o jogo, amiga! 
Sílvia Schmidt


Boa tarde, amiga, como vai a vida?
"Eu vou levando", sei que tu dirás,
Naquela voz de sempre, dolorida,
E até já sei que nunca a mudarás.



Esse tom triste é bem teu favorito
Dentre os mais tristes que tu já encontraste.
Tu não consegues ver o que é bonito,
Já que no feio tu te acomodaste. 



São previsíveis essas tuas respostas.
Tão previsíveis quanto o sol nos dias.
Dessa tristeza toda sei que gostas.



Mas sei que um homem não dispensarias,
Pronto na cama te roçando as costas.
Ah ... nessa hora sei que sorririas!


"Respeite os Direitos Autorais"

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 13/05/2005.
®DireitosAutoraisReservados©