Algum dia...
Machado de Carlos


Amor, não lute para sair de mim,
Para eliminar-me da tua mente.
Só eu sei o que o meu coração sente!
— Tu és o meu Sol, o meu tudo, enfim!...

Hoje, a ausência é um mal necessário...
Serei algum dia a tua salvação;
Teu nome d´ouro, no meu dicionário,
de mansinho, faz brilhar o meu coração.

Teu pulso, desordenadamente,
Não se preocupa com o tempo que é vão;
Assim estarei sempre na tua mente
Seguirei teus passos na escuridão.

machadodekarlos@uol.com.br

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 29/08/2003.
®DireitosAutoraisReservados©

Site melhor visualizado em resolução 800 X 600