Amantes
Sylvia Cohin

vício que nos domina os sentidos...
ânsia aflita que suplica e roga ,
desejo profano e desmedido ,
que enlouquece como fosse droga...

voa pensamento... amor alado...
oculta no recôndito infinito
este segredo sacramentado,
querer devoto, êxtase contrito...
somos enlevo inebriante ,
paixão incontrolável e faminta ,
perfeita sincronia de amantes
nada acontece que um não sinta...
não há nada que exemplifique 
o nosso sentimento estonteante,
não há palavra que explique
a luxúria e o prazer de ser amante...!! 



Conheça outras obras da Autora:
Chave da Poesia

Respeite os Direitos Autorais
Mantenha sempre a Autoria.

 

 

 

 Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 31/01/2007
®DireitosAutoraisReservados©