Amor não morre...
Marilena Frade


Amor não morre, apenas
 "repousa nas cinzas adormecidas"...
Basta um leve sopro para que desperte 
Com todo e o mesmo calor de antes.

Aos poucos, se descobre alguém
 para torná-lo vivo, fogosamente!
São as carências da solidão armazenadas,
Que sustentam o fogo ,
 que se revelam aos poucos
E voltam os afagos que se perderam no tempo...
E o toque mais lento e profundo que desperta
A sensualidade escondida!



É quando surge este sopro revelador,
Que levanta as cinzas,
 empoeira o coração satisfeito
E feliz!
Muitas vezes vai embora, lentamente,
E as cinzas se acomodam tristes,
 carinhosamente,
E os dias vão adiante!
E guardamos apenas as marcas das paixões
E o amor verdadeiro que fica eternamente...

mtpv@uol.com.br

 

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 29/07/2003.
®DireitosAutoraisReservados©


Site melhor visualizado em resolução 800 X 600