Até sempre, se quiseres
Cleide Canton


Existe um nobre ensinamento
que relembro em todos os meus momentos:
Há coisas mutáveis
e há aquelas que não podemos mudar.
Saibamos diferenciar
umas das outras.
Que se seja forte e perseverante
para transformar
tudo aquilo que puder ser transformado.

Que se seja tolerante
para aceitar o que não pode ser mudado
e que se seja sábio o suficiente para diferenciar
um fato do outro.
Então,
se não podes mudar a direção dos ventos
e ele, de frente, te incomoda.
dá-lhe as costas.
Se te amarguram as curvas do destino.
melhor seria aprender a dançar em círculos.



Mas se anseias pelo beijo da noite,
pelos braços que escondem os abraços,
por respostas aos seus porquês,
por um coração credenciado, livre e franco,
pela libertação das tuas querências,
por achar teu pote de barro,
apalpar os sonhos
e sorrir sem disfarçar tristezas,
manda para os ares as mágoas e as descrenças,
por maiores que sejam...

Coloca-te ao lado da esperança,
amiga inseparável da fé.
E quando no espelho treinares o teu mais belo sorriso
olha a beleza de alma
que se esconde no teu interior.
Ela anseia pelas alegrias da vida
que só tu tens a decisão
de querê-las para ti.
Sê feliz
e faça disso tua obrigação diária.
Deixa falar alto 
a doçura do teu coração!

Visite o site da Autora:
Página Poética de Cleide Canton

 

 

 

Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 01/05/2004.
®DireitosAutoraisReservados©