Cinzas de Amor
Denise Vieira


Já não tem nome o que sinto
Parece agonia sem causa
Um grito nascendo d´alma
Dizendo que o amor já é findo

Meu sonho evaporou-se
O sentimento morreu
Em nuvens desvaneceu-se
Por um capricho só seu

Não sei porque um dia amei
Se meu coração avisou
Que tudo em que acreditei
Sempre me desapontou

Teimoso meu coração
Acreditou em seu amor
E entregou-se a uma paixão
Que me causou tanta dor

Agora só quero esquecer
Desse sonho que acabou
E das cinzas reerguer
Com a força que restou



"Respeite os Direitos Autorais"

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 09/09/2005.
®DireitosAutoraisReservados©