Desisto
Ana Amélia Donádio


Não sei quem é você
que um dia pensei conhecer.
Dentro de si habita vários seres:
alguns abraçam a vida ao amanhecer,
outros matam sonhos antes do anoitecer.
Nunca sei com qual deles encontrarei
mas não tenho dúvidas que me ferirei.
Certo é que ficarei com meus prantos
num soluçar amargo de desencantos.
Fecho-lhe agora as portas da minha companhia
com a chave que me deu de esperança vazia.
Não permitirei mais que semeies
fartos campos de desilusão,
nem plante tuas amarguras 
no jardim que há no meu coração.
Retiro-me em silêncio, neste momento.
Jogo a toalha da paciência 
no mar de tentativas de lhe entender
pois não sei quem é você 
e não quero mais lhe conhecer.

 - Direitos Autorais Reservados -

 

 

 

 

 

Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 30/09/2005
®DireitosAutoraisReservados©