Dia de Cão
Silvia Schmidt


Dia de Cão 
Silvia Schmidt


Acorda, amor, e vem tomar café.
Vai para a rua ver mulher que passa,
Que olha teus olhos e sorri com graça,
Que desafia toda a minha fé.



Levanta, amor. Já clareou o dia.
Vai para o sol queimar tua doce pele,
Rola na areia e vê se te repele
De todas as mulheres a mais fria.



Na volta, amor, depois do anoitecer,
Lembra de ver se resta algum perfume
Naquela roupa que tu vais vestir.



Entra no quarto feito um vagalume,
Fica no escuro e finge não saber
Que estou desperta e louca de ciúme.

"Respeite os Direitos Autorais"

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 15/05/2005.
®DireitosAutoraisReservados©