Dúvida Que Mata
- Fátima Irene Pinto - 


Não sei o que dói mais:
se a angústia de não sabê-lo,
ou se a certeza de que não me sabes.

Não sei qual o maior agravo:
se a dor de retinir em vão por ti,
ou de saber-te confuso pelo eco
que não podes retornar a mim.



Não sei o que é mais inquietante:
Se a cisma de que 
vez por outra, chego-te ao pensamento,
Ou se a desdita de não ser lembrada por ti
um só momento.

E, se lembrada, resta-me a dúvida
sobre o tudo, o pouco ou o nada,
que possa traduzir teu sentimento.

Visite o site da Autora
Fatima Irene Web Site


 

Clique na imagem abaixo para enviar esta mensagem

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 01/03/2004.
®DireitosAutoraisReservados©