ESCRAVO DA PAIXÃO
Daniel Fiuza

Desnuda minha alma
Minha paixão.
Meu corpo já é teu.
Comanda a minha vida,
Bela dama.
És dona do meu destino.
Coloca-me algema,
Fixa-me na cama,
Meu pecado.
Pois, sou o teu escravo.



Direciona meu amor
Só para ti,
Senhora minha feitora,
Minha amada,
Minha fada,
Minha opressora.
Usa teu chicote de carícias
No meu lombo apaixonado.



Deixa tua marca
em sulcos carinhosos
na minha carne quente...
Usa-me para o teu prazer,
Explora-me com teu objeto,
Feiticeira do amor.
Deixa que te ame ardentemente,
Sou o teu cativo.
Desmaia nos meus braços,
De tanto prazer,
Poderosa fêmea.



Deixa que me torne um louco,
Delirante e rude,
Totalmente insano
Quando te amar.
Cura-me no teu corpo,
Sensual mulher.
Absorve meu amor imenso,
Como teu alimento.
Deixa eu te fazer feliz,
Como uma meretriz.
Mato-te de tanto te amar,
Morrendo no teu prazer.



 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página reeditada em 08/06/2004
®DireitosAutoraisReservados©