É tarde para voltar
Roberto Stavale


A tarde caía ...
E, um último raio de sol
Iluminava a copa
Da ameixeira alta
A qual sombreava
Outras sombras
Que envolviam o quintal
Uníssono ao gorjear
Dos pássaros lá no sobral.



Lentamente a noite vinha 
E dos canteiros... 
Saiam os lumeeiros
Com seus lumes a clarear
Um caminho de tristeza
O muro alto, cenhoso
Com portão e cadeado
Do qual saí descuidado
Pro tempo poder olhar.

Deixei os crepusculejares
E as ternuras... 
Esqueci-me dos balões
Cada árvore, minhas tintas
Larguei-as sem despedidas
Sem carinhos e emoções
Mas, se eu pudesse... daria
Minha vida arrependida
Pra voltar ter ilusões.



Roberto Stavale
Livro: "Manobras Na Noite"

Visite o site do autor.
Studio Bob's - Roberto Stavale


         

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 13/05/2003.
®DireitosAutoraisReservados©