EU E O RETRATO
 Autor:  Augusto Medeiros


Estou um retrato mal produzido, onde meus sentidos,
tão sentidos, não afloram no papel.
O ácido que fixa a imagem ,
revela apenas a superfície do que sou.



Não colore minhas tristezas com tintas de meio tom.
Não indica nos meus labirintos, a saída para minhas
incertezas ávidas de verdades inquestionáveis.
Não retrata na sua exata dimensão, minhas regiões
de silêncio que se mesclam a tantas ansiedades;
muralhas intransponíveis.



Oculta meus sonhos de perfumadas entregas 
e cala um grito que se estanca na densidade
de tantas esperas.



Quisera um retrato do pensamento,
a nítida imagem do substrato do meu ser.

medeiros@atima.com.br

 

 

Romantic Home / Web Desing Ana Amélia Donádio.
Página editada em 28/08/2002.
®DireitosAutoraisReservados©