EU E VOCÊ!
Paulo Izael


Que brisa, que dia, 
Só quero você ! 
Enfeitei as palavras, 
Para te convencer, 
E agora desnudo, 
Não sei que dizer. 

Que noite, que lua, 
Só eu e você ! 
Dos falsos amores, 
Decidi esquecer. 
A vida renasce, 
Eu em você ! 

Meu Deus, que paz ! 
Voltei para você ! 
Hoje, acertei minha vida 
E mudei para valer, 
Quem conhece a dor do amor, 
Sou eu e você. 

Da brisa e da lua, 
Alguém vai saber ! 
Dos sentimentos... apenas, você ! 
Que pena que o dia, já vai acender. 
Tão logo surgirá a noite fria, 
Em outros braços,
Não poderemos nos aquecer ! 

Que destino, cruel, 
Irei maldizer...! 
A depressão maldosa, 
Vai nos visitar. 
Quem sabe algum dia, 
Nossos sonhos irão se concretizar ! 

Tudo é utopia, 
Porque o destino culpar ? 
Na hora da volta, 
Cada um para sua casa 
Nada mais importa. 
O melhor é esquecer,, 
Se é que vale a pena viver, 
Sem você...!

  Respeite os Direitos Autorais
Mantendo sempre o nome do Autor. 

 

 

 

Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 12/12/2005
®DireitosAutoraisReservados©