Nau da Paixão
Michel H. Baruki


Ah! Desejos arfantes...De bocas de prazer,
da uva rubra, do mar de papoula sensual,
das tuas ilhas, concha, uivos na noite.

Guardo no convés da lembrança
as amarras de ternura onde sem âncoras 
nossos corpos fundeavam no visgo.

Guardo nas entranhas rastros dos afagos, 
da luva tremulando em  mastro ardente, 
fazendo-me nau sem rumo, águas oleosas.

Ah! Loucos desejos, preciso do mar
revolto, das enseadas de carícias trocadas, 
quero ir de novo a pique enlouquecido em ti.

Respeite os Direitos Autorais
Mantenha sempre a Autoria.

 

 

 

 

 


Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 30/03/2009
®DireitosAutoraisReservados©