O Amor não é mágica
Maria Helena Matarazzo


O Amor não é mágica
Nem acontece num passe de mágica

No amor, é fácil nos enganarmos com as pessoas 
e com os inúmeros mitos existentes sobre o assunto. 
Os desencontros são inevitáveis
 e provocam mini-mortes em nosso coração. 
Mas é necessário recomeçar sempre, sem precipitações.

O mundo está repleto de pessoas
 que tentam enganar você de propósito, 
fazendo-o acreditar que são o que não são. 
Muitas vezes, disfarçam bem a situação com camuflagens: 
homens que nunca usam aliança,
 ou mulheres que produzem uma cortina de fumaça, 
inventando partes de sua história. 
Nessas condições, fica difícil decifrar o sinal: 
"Amor à vista" ou " Perigo à vista" ? 

Os mitos românticos podem feri-lo. 
Alguns deles o fazem acreditar que você
 não tem controle sobre sua vida amorosa, 
mas isso não é verdade. 
Sua vida social e afetiva não é estabelecida pelo destino, 
você a determina. 
Existem encontros que podem deixá-lo intrigado,
 deliciado ou chocado. 
Nessas ocasiões, você dá valor ao provisório, 
não ao definitivo. 
Também as pessoas tentam adequar sua imagem, 
suas "falas", ao que o outro deseja. 
Isso não passa de tentativa um pouco mais calculada
 e menos intuitiva de conquistar,  de seduzir,
 influenciada pelas idéias do marketing moderno. 

Em um mundo assim, como escolher ? 
Como diferenciar pessoas que são realmente o que parecem ser 
de outras que são uma imagem retirada do real, 
inventada com base nos meios de comunicação de massa ? 
Para ser verdadeira, ela deve surgir naturalmente 
não pode ser fingimento nem encenação, 
senão vira uma imitação forçada da vida que, 
como sabemos por experiência própria, leva logo à desilusão. 

Quando você se aproxima de um (a) estranho (a), 
ele (a) experimenta uma série de sentimentos, 
desde a atração até o medo. 
Sentir tudo isso ao mesmo tempo leva a pessoa 
a ter a impressão de estar fora de seu equilíbrio. 
Dentro do espírito do "novo romance", 
não se flerta só para obter algo de alguém. 
Flerta-se, sobretudo, para dar algo a alguém. 
Ao flertar com sinceridade, você ergue pontes em vez de paredes. 
O flerte é um presente que você tem o poder de dar. 

Por outro lado, os desencontros são inevitáveis. 
Muitos homens vão decepcioná-la,
 e só uma minoria entregará o que prometeu. 
Grande número de mulheres não passa de fantasia,
 que pode arrebatar numa relação
 com muita adrenalina e nenhuma substância. 
Às vezes, parece que os encontros
 escorregam entre os dedos. 
O surpreendente é que o coração humano
 tem incrível poder de recuperação. 
Não se esqueça, porém, de que quem escolhe é você,
 ou, mais precisamente, seu grau de maturidade e consciência. 
Pessoas imaturas e oportunistas
 acabam se envolvendo com propostas de relacionamento
 tão imaturas e oportunistas quanto elas. 
É você que se deixa iludir ou não. 
A vida ensina que, embora existam sentimentos mágicos,
 como a compaixão, 
amor não é mágica e não acontece num passe de mágica.

Respeite os Direitos Autorais
Mantenha sempre a Autoria.

 

 

 

 

Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Web designer Ana Amélia Donádio
®DireitosAutoraisReservados©