PAIXÃO ATREVIDA
Walter Pereira Pimentel


Por mais que tente não consigo conter
Essa paixão atrevida,
Uma saudade “doída”
Ah, que atração por você!

A distância...quanta judiação!
Abraços, carinhos, beijos...
Tantos e tantos desejos
Perdidos, flutuando na imaginação!



Corre, vem depressa pra mim
Toca-me com sensualidade e assim
Abre para nós as portas do prazer!

Revelemos o nosso lado fogoso
Vivendo sonhos e gozos
Ah, que desejo de você!



 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 31/10/2003.
®DireitosAutoraisReservados©



Gráfico Lady Utopia