PONTEIROS DA SAUDADE
Autora: Silvia Schmidt


De repente bate uma saudade,
Vem a vontade de telefonar,
De ouvir tua voz e estar nesse lugar
Onde também tu ardes de ansiedade.

De repente quero largar tudo,
Sair correndo para o teu abraço.
Só eu conheço a força que aqui faço
Para tornar este desejo mudo.



Como são longas estas minhas horas!
Quantas esperas, Deus, quantas demoras
Para encontrar, enfim, o meu amor!

Quem colocou o tempo nos ponteiros
Não se lembrou do quanto eram certeiros
Pra nos matar com tanta espera e dor!



Silvia Schmidt
*Humancat*
(Dir. Aut.Reserv.)
©2000

 

Clique na imagem abaixo para enviar essa mensagem

 

 

Romantic Home / Web design Ana Amélia Donádio.
Página editada em 06/01/2003.
®DireitosAutoraisReservados©