Primeiro Amor
Silvia Schmidt


Primeiro Amor
Sílvia Schmidt


Quando encontramos nosso amor primeiro,
É marco certo de destino incerto,
É sede sempre de manter-se perto,
É ignorar presença de um terceiro.



Quando deixamos nosso amor primeiro,
É marco certo de tantas fileiras
De vãs paixões, de vezes não primeiras,
Que o vento leva assim como ao veleiro.



Ao confrontarmos nossa realidade,
Em nós notamos um calor solteiro,
Que assim mantém-se pela eternidade



Como um bichinho preso num celeiro,
Sofrendo os coices de uma vã saudade,
Que nos ficou do nosso amor primeiro.


"Respeite os Direitos Autorais"

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 14/05/2005.
®DireitosAutoraisReservados©