Que ninguém nos ouça
Sílvia Schmidt


As horas que passamos aqui
 são maravilhosas!

Cá entre nós e que ninguém nos ouça:
É pena que alguns familiares, amigos e conhecidos não consigam entender
 a grandeza da amizade que compartilhamos
 através da nossa rede virtual.
Eles não podem compreender como pessoas
podem trocar tanto carinho,
 sem nunca ter se encontrado, 
sem nunca ter se visto, sem nunca ter se
 conhecido pessoalmente.

Cá entre nós e que ninguém nos ouça:
Eu quero que você saiba
 como você é importante
e o quanto representa para mim
 neste espaço virtual.
Nós dividimos nossos pensamentos,
 nossos sonhos e planos para o futuro.
Com que outro meio faríamos isso tão bem?!?
Eles não sabem que nós não nos julgamos
 nem nos condenamos: apenas buscamos
 e oferecemos mãos para ajudar.
Eles não sabem que trocamos abraços
 ( e até beijinhos! )
Eles não sabem que nós, amigos virtuais,
 nos preocupamos um com o outro,
 ponderamos situações  e trocamos
 tantas coisas que aprendemos aqui.
Eles não sabem o quanto podemos
 e temos ainda para aprender!

Cá entre nós e que ninguém nos ouça:
Eu quero que você saiba que meus dias
 são mais brilhantes e que meus pensamentos
 são muito mais felizes só por sua causa.
Eis porque agora eu lhe envio
 esta "sigilosa" mensagem " :
Quero que você sinta que existe
 alguém aqui que se importa com você,
 que quer dar brilho ao seu dia,
que deseja-lhe toda a felicidade
 em todos os dias de sua vida!

Cá entre nós e que ninguém nos ouça:
Eu agradeço aos céus este mundo virtual
 porque sem ele eu nunca conseguiria
 chegar assim tão perto de você!

! cá entre nós e que ninguém nos ouça !



Sílvia Schmidt
Humancats
Inspirado na obra Secret People
(V Russel)
- Direitos Autorais Reservados -
Copyright ©2001

 

 

 

CCopie o código para enviar pelo Orkut

Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 27/09/2005
®DireitosAutoraisReservados©