QUERO-TE, HOMEM
Cleide Canton Garcia


Quero ter-te, nem que for uma só vez!
Quero amar-te sem receio do talvez.
Tragar teus beijos sedentos de amor
e teus abraços repletos de vigor.

Quero por fim à ira apaixonada,
dançar com os sete véus, despudorada,
ter teus olhos voltados só p’rá mim
prorrogando meu desejo até o fim.



Entrelaçando nossos corpos amantes
em meio aos loucos gemidos delirantes
descobrimos a alegria de se ter...

O momento de volúpia agoniza
e nossa mente de repente improvisa
novo ato de amor com mais prazer!

Visite o site da autora
www.paginapoeticadecleidecanton.com

 



Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 15/04/2003.
®DireitosAutoraisReservados©