Saudades no espaço-tempo
Wanderlino Arruda

Se eu soubesse fazer contas 
na medida do amor, 
no tamanho da saudade, 
diria que a distância não existe, 
que não há espaço, 
ou tempo no mundo 
a ponto de separar 
os nossos corações 
e as nossas lembranças. 
Haverá sempre um grato colorido 
do infinito carinho das horas alegres, 
da força gostosa do sorriso constantes 
com a doçura dos beijos, 
o calor dos abraços, 
a ternura inefável do contato de peles, 
tudo um lindo sonho de gente feliz! 

Respeite os Direitos Autorais
Mantenha sempre a Autoria.

 

 

 

 Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 13/07/2006
®DireitosAutoraisReservados©

Música de Fundo: Senza fini - Gino Paole