Onde o sonho acaba
Silvia Schmidt


Onde o Sonho Acaba
Silvia Schmidt 


Deixa-me dizer-te onde teu sonho acaba: 
Não é no fim da noite que se esvai, 
Nem no luar que se despede e vai, 
Nem no partir da mansa madrugada. 



Não é no gume de inclemente espada 
Que corta o sono quando o dia sai, 
Nem na rotina em que tua vida cai 
A cada novo brilho de alvorada. 



Estou dizendo que teu sonho morre 
Quando dos olhos já não mais escorre 
A lágrima de dor ou de alegria. 



É quando sentes oco o coração, 
Quando não mais te abala a solidão, 
Quando o passado é a tua melodia.



Retirado do Livro:
Portas da Razão e dos Sentimentos


"Respeite os Direitos Autorais"


Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 12/05/2005.
®DireitosAutoraisReservados©