Posse de gente
Silvia Schmidt


Posse de gente
Silvia Schmidt 


Se tu desejas e não podes ter 
Quem te parece ser de um outro alguém, 
Assume-te feliz só por saber 
Que neste mundo ninguém dono tem. 



Se em vão te iludes e não queres crer 
Que pessoas não pertencem a ninguém, 
Que não terás o que não pode ser, 
Colherás restos de perdido bem. 



Abre teus olhos para a realidade, 
Recebe a luz e o viço da verdade, 
E não te apegues ao que diz a mente. 



Não dês ouvidos para os pensamentos, 
Lembra-te sempre nos teus sós momentos: 
Não é possível ter posse de gente. 



Retirado do Livro:
Portas da Razão e dos Sentimentos


"Respeite os Direitos Autorais"


Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 12/05/2005.
®DireitosAutoraisReservados©