TÃO LONGE TÃO PERTO
Fátima Irene Pinto

Saudoso Amigo, de mim distante
 Lírio tão belo do meu jardim
 Oh anjo eterno, o mais brilhante
 Oh alma doce, de amor sem fim 



 
Gosto de ti da forma mais pura
 És todo o bem que não conheci
 Na longa estrada de mil torturas
 Nas muitas vidas que já vivi



 
Distante estás, mas de mim tão perto
 Tal qual espelho a refletir
 A flor sozinha do meu deserto



 ... E a flor exala, agradecida
 Abençoando a mão amiga
 Que desconhece o longe e o perto



Visite o site da Autora:
Fátima Irene Web Site

 

 

Romantic Home / Web Design Ana Amélia Donádio
Página editada em 15/08/2002.
®DireitosAutoraisReservados©