Um anjo passou por aqui
Cleide Canton


Ouvi a melodia diferente
que me trouxe o vento.
Acordou-me!
Certamente foi um anjo!
Falou-me em linguagem desconhecida
mas que não me era estranha.
Encontrara, por fim,
uma maneira de chegar a mim.

Ainda no torpor do momento
entreguei-me ao encantamento
do inesperado.
De uma meiguice sem par 
e sapiência secular,
falou pouco e disse tudo.
Quem és? Perguntei-lhe, então,
ao que me respondeu
apontando o coração.

Nada mais foi preciso!
Despediu-se sem acenos,
sem mais nem menos...
No entanto, ao sair,
levou consigo todas as dores,
as amarguras, os dissabores,
deixando apenas comigo
o velho sorriso não mais desbotado,
um olhar tranqüilo, sereno,
a vontade de viver
num coração confortado,
livre e abrigado
pelas nuvens do perdão.


Visite o site da Autora
Página Poética de Cleide Canton

Respeite os Direitos Autorais
Mantenha sempre a Autoria.

 

 

 

 

 Copie o código para colar no scrap do Orkut
 

Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 16/10/2007
®DireitosAutoraisReservados©

 Gráfico By Ana Amélia Donadio