Um dia de Julho
Silvia Schmidt


Um Dia de Julho
Sílvia Schmidt


Como dizer-lhe como vejo agora
Um dia de junho no meu calendário,
Que nada tem, sequer, de aniversário,
Mas traz um som de festa lá de fora?



Como dizer que cresce a solidão
Neste sozinho dia em minha casa,
Neste desejo do meu corpo em brasa,
Pedindo o toque doce de sua mão?



Não, não há formas para lhe dizer,
Porque só vejo quando durmo e sonho
O que de nós restava pra viver ...



Olho prá um copo e apenas cerro o punho:
Nada a brindar e nada prá beber
Neste vazio e escuro dia de junho.


"Respeite os Direitos Autorais"

 

Romantic Home/ Web designer Ana Amélia Donádio
Página editada em 19/05/2005.
®DireitosAutoraisReservados©